Tuberculose

Tuberculose

Tudo começa com uma tosse. No início, é fácil de a ignorar, mas com o passar do tempo esta torna-se cada vez mais forte e repetitiva. Para além da tosse, a perda de peso e a sensação de cansaço permanente são outros dos sintomas de Tuberculose mais comuns.[1]

A Tuberculose é uma doença infeciosa, que se transmite através das vias respiratórias, ou seja, pela inalação de gotículas expelidas pela pessoa doente quando tosse, fala ou espirra. É uma doença grave, contudo, a tuberculose tem cura.


O que é a Tuberculose?

A Tuberculose é uma doença infeciosa, que se transmite através das vias respiratórias, ou seja, pela inalação de gotículas expelidas pela pessoa doente quando tosse, fala ou espirra. Ao inalar o ar com bacilos, estes vão depositar-se nos pulmões. Esta doença é causada pelo Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como bacilo de Koch.[1]

Embora a bactéria entre pelos pulmões, esta pode disseminar-se para diferentes partes do corpo, como rins, cérebro ou coluna, causando sintomas específicos.[2] Por exemplo, alguém com Tuberculose espinhal pode ter dores nas costas frequentes.

Se não for tratada, esta doença infeciosa pode espalhar-se, destruindo vários órgãos essenciais e, em última análise, tornar-se fatal.3

Existem dois tipos de Tuberculose: a ativa, que causa sintomas visíveis, e a tuberculose latente, que não apresenta sintomas.3


Tuberculose: sintomas

A Tuberculose ativa causa sintomas, sendo mais fácil de detetar. Os sintomas podem ser: tosse contínua, que pode incluir sangue, dores no peito, sudorese profusa à noite, fadiga, perda de peso, febre, calafrios e perda de apetite.3 A Tuberculose ativa é contagiosa e espalha-se através de bactérias que são expelidas pelo ar através da boca e nariz da pessoa infetada.4

A Tuberculose latente não apresenta sintomas, nem é contagiosa. No entanto, estando a bactéria responsável pela doença já no organismo, pode dar origem a Tuberculose ativa.4

O teste de diagnóstico da Tuberculose depende dos sintomas. Estes são alguns dos testes mais comuns:5

  • Tuberculose pulmonar:
    • Radiografia ao tórax: As imagens são usadas para verificar o atingimento pulmonar da Tuberculose.
    • Teste de expetoração: Testa-se uma amostra de expetoração para detetar bactérias da Tuberculose.
  • Tuberculose extrapulmonar
    • Tomografia computadorizada (TAC), ressonância magnética (RM) ou ecografia: Através de exames de imagem médica, os profissionais de saúde observam áreas internas do corpo em busca de eventuais órgãos envolvidos por doença.
    • Endoscopia: Uma sonda é inserida através da boca, por exemplo, para ver se há sinais de Tuberculose.
    • Punção Lombar: É recolhida uma pequena quantidade de fluido raquidiano para procurar sinais da infeção.
  • Tuberculose Latente:
    • Teste ou prova de Mantoux: Prova efetuada para avaliar se os indivíduos já tiveram contactos anteriores com o bacilo da Tuberculose. Consiste na injeção intradérmica de uma quantidade rigorosamente doseada de tuberculina. A reação é positiva quando, 72 horas após a injeção, se observa uma zona de induração superior a 10 mm.
    • o IGRA (Interferon Gamma Release Assay): Exame de sangue que pode ajudar a complementar os resultados da prova de Mantoux ou que pode ser usado como método de diagnóstico individual.

Qual a incidência da Tuberculose?

Em todo o mundo, estima-se que anualmente cerca de 10 milhões de pessoas desenvolvem Tuberculose,6 das quais 280.000 na Europa.7 Nas últimas décadas, a incidência global da Tuberculose tem diminuído cerca de 2% por ano, enquanto, na Europa, o declínio médio anual na taxa de incidência foi de 4,7% entre 2008 e 2017.8

Embora o número de casos esteja a diminuir, a Tuberculose ainda é uma das principais causas infeciosas de morte e morbilidade em adultos.9 Além disso, a micobactéria pode tornar-se resistente aos tratamentos.

Qualquer pessoa pode contrair Tuberculose, embora alguns grupos populacionais estejam mais expostos ao risco de desenvolver a sua forma ativa: pessoas desnutridas; com outra infeção do sistema imunitário; que consomem álcool ou que fumam.6


Cuidados e tratamento da Tuberculose

Embora os sintomas da Tuberculose possam ser extremamente assustadores, a infeção, na maioria das vezes, tem cura. O plano de tratamento consiste na administração de uma combinação de antibióticos.
O processo é longo; geralmente, os doentes têm de fazer um tratamento durante 6 a 12 meses10. A boa notícia é que a infeção normalmente só se mantém transmissível nas primeiras semanas do processo terapêutico.

Entre 2000 e 2019, quase 60 milhões de vidas foram salvas em todo o mundo graças aos tratamentos contra a Tuberculose.6

A adesão, consistência e disciplina são bastante importantes na terapêutica da Tuberculose. Semanas depois do início do tratamento, já se começam a sentir melhorias. Ainda assim, é essencial que se complete o protocolo terapêutico: caso se interrompa o plano de tratamentos de forma precoce, o risco de desenvolver Tuberculose multirresistente aumenta de forma significativa. Esse tipo de infeção não pode ser tratado com antibioterapia comum e pode exigir anos de tratamento adicional.11 Em casos graves, a Tuberculose multirresistente pode não ser tratável.


Cuidar de alguém com Tuberculose

As fases iniciais da Tuberculose podem ser duras do ponto de vista físico e emocional, pelo que o apoio da família e amigos é fundamental. Enquanto cuidador, a sua prioridade deve ser a sua própria segurança, até porque não vai poder cuidar de alguém se estiver doente. É importante tomar todas as precauções necessárias, como usar uma máscara facial e manter os espaços ventilados para garantir que se mantém saudável e sem infeção.12

A adesão ao tratamento é extremamente importante. Se o seu ente querido tem Tuberculose, sente-se com ele e elabore um cronograma para o acompanhar no seu plano terapêutico.
É importante estar ciente de que o processo é longo e exige tempo, disponibilidade e dedicação.

Perguntas para fazer ao médico sobre Tuberculose

A lista abaixo inclui exemplos de perguntas para o ajudar a iniciar uma conversa com o seu médico. Podem surgir outras perguntas relevantes com base nos seus sintomas ou histórico clínico que não estejam aqui listadas.

  • Como posso saber se tenho Tuberculose?
  • O que posso fazer para não disseminar a infeção?
  • Como sei que já não tenho Tuberculose ativa?
  • Como saberei se o meu caso de doença é resistente a medicamentos?
  • Quais são as opções se a minha Tuberculose for multirresistente?
  • Se me curar da Tuberculose, posso apanhá-la de novo?
  • Há alguma mudança de estilo de vida que me possa ajudar a acelerar o meu processo de tratamento?
  • Existem diferenças no tempo de tratamento se eu tiver Tuberculose nos meus pulmões ou fora deles?
  • Com que regularidade devo fazer o teste se tiver Tuberculose latente?
  • Que teste me recomenda para a Tuberculose latente? Porquê?
  • Quais são os efeitos secundários dos tratamentos?
  • ...

Janssen & Tuberculose

Apesar de ser uma doença evitável e curável, a Tuberculose ainda é a doença infeciosa mais mortal do mundo. A nossa luta baseia-se em três pilares importantes: expandir o acesso aos tratamentos, melhorar os sistemas de saúde atuais para facilitar o diagnóstico e acelerar a investigação sobre o tratamento da Tuberculose.13

Na Janssen, pretendemos combater as mortes evitáveis causadas pela Tuberculose e proteger as gerações futuras desta doença infeciosa.

Glossário

  • Mycobacterium tuberculosis: O tipo de bactéria que causa a Tuberculose.
  • Latente: Presente, mas que não apresenta sintomas e que é não contagiosa.
  • Tuberculose multirresistente: Um tipo de Tuberculose que não responde aos tratamentos comuns.
  • Expetoração: Conteúdo mucoso.
  • Extrapulmonar: Uma palavra para indicar qualquer lugar que não é nos pulmões.
  • Incidência: A proporção ou taxa de pessoas numa população que desenvolvem uma condição durante um determinado período de tempo.

Associações de Doentes

Este website foi desenvolvido exclusivamente pela Janssen Pharmaceutica NV. As Associações de Doentes e as fontes listadas abaixo são meios de informação adicional e independente que lhe podem ser úteis. Os mesmos não estiveram envolvidos na criação deste website, nem têm qualquer responsabilidade em relação aos seus conteúdos.

Dia Mundial da Tuberculose

No dia 24 de março de cada ano, grupos de defesa da Tuberculose e organizações de saúde reúnem-se para divulgar informação sobre a prevenção e o controlo da Tuberculose.

A União Internacional Contra a Tuberculose e Doenças Pulmonares

“A União”, como é conhecida, é uma organização que congrega especialistas médicos, cientistas e ativistas que trabalham para eliminar doenças pulmonares comuns, como a Tuberculose.

Bibliografia

NHS. Pulmonary hypertension. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/pulmonary-hypertension/ Última vez acedido em: outubro de 2021.
American Lung Association. Learn about pulmonary arterial hypertension. Disponível em: https://www.lung.org/lung-health-diseases/lung-disease-lookup/pulmonary-arterial-hypertension/learn-about-pulmonary-arterial-hypertension Última vez acedido em: outubro de 2021.
Logo Janssen | Pharmaceutical Companies of Johnson & Johnson